Sobre o autor

JOHN DEKOWES é o pseudônimo ou avatar de Jaime Moreno. Nascido em Petrópolis, cidade serrana do estado do Rio de Janeiro, Brasil, numa quarta-feria do dia 26 de março de 1952, sob o signo de áries. Jornalista, escritor, designer grafico e videomaker. Trabalhou em jornais e revistas como diagramador, repórter fotográfico, co-editor e artista gráfico em algumas editoras. Como free-lancer desenvolveu diversos projetos de programação visual, criou muitas logomarcas, campanhas publicitárias e políticas. Atualmente se dedica a escrever para alguns blogs sobre assuntos diversos, ao desenvolvimento de sites e a viajar. Como a internet tudo ficou mais fácil o trânsito. Trocoui a prancheta e o computador de mesa por um notebook, um tablet e um smartphone... E assim vai levando a vida.

 

Escrever sempre fez parte da sua vida desde muito cedo, assim como desenhar. Jornalista, Escritor, Artista Gráfico. Divorciado, reside na cidade de Petrópolis. Mas já viajou por um montão de lugares deste planeta chamado Terra. Tem um casal de filhos muito queridos: Pablo, Tatiana e Sauan, o neto.

 

Antes de bandear completamente para o gênero da ficção científica, escreveu 3 romances, publicou um apenas para dar aos amigos diletos. Os outros dois passam por alterações faz duas décadas; peças teatrais, crônicas e alguns contos escondidos em um livro intitulado: "Os olhos que comi", também engavetado. Mas dois textos desta época receberam um tratamento diferenciado da sua parte: o primeiro foi o livro intitulado "O vagido da gota de orvalho", que na época deixou os originais com jornalista Denísio Baden, grande amigo, ja falecido, que até fez um comentário em sua coluna social "Acontecendo", no extinto Jornal de Petrópolis. Mas esse livro, após reescrito, passou a se charmar "SÓ OS ANJOS MORREM CEDO". E agora se encontra disponível para download grátis no site: http://www.scarium.com.br/e-books/sebook4_05_04.html  e o outro texto, foi o conto "Confissões de um Carrasco"  --- que se encontra no livro CONTOS DO NAVEGADOR #1 --- do qual mantive o mesmo título, contudo essa obra sofreu uma alteração básica no conteúdo para se adequar ao personagem. É sempre assim, personagem quando entra numa história, é igual quando mudamos para uma casa nova, mas que precisa de uns reparos. O restante foi deixado de lado por uma questão de fidelidade à época..

 

Para esse gênero tão mal resolvido no Brasil que é o da ficção científica, o autor gosta de usar  a frase latina "Gutta cavet lapidem", que significa: "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura". Acredita que pela sua insistência e persistência assim como daqueles que escrevem ficção cientifica, fantasia e horror é que o gênero está se fortalecendo e crescendo no país. Escrever ficção cientifica foi o único jeito que encontrou para exorcizar os personagens que embotam a sua mente e querem por que querem aparecer! Pelo menos em "terras estranhas" eles deixam o autor pensar melhor. De acordo com Joh Dekowes, "Às vezes eu penso que o escritor é um vidente e o seu papel é psicografar, trazer para essa realidade outras existências, mundos estranhos, o desconhecido..." E foi assim que nasceu "Orbes imaginaryun".

O autor entrou no gênero da ficção cientifica de corpo e alma, quando delineou um projeto de escrever uma saga composta de 6 livros. Enquanto escrevia o texto para "O planeta de Cristal", o primeiro livro da saga, outras ideias foram surgindo e aproveitou para testar o quanto estava empenhado e dedicado a escrever contos. Aí então surgiu outro desafio: que tal também uma novela?  E foram nascendo as "crias"... os contos, muitos foram publicados em sites (CLIQUE AQUI)   outros ainda aguardam o momento para virem ao mundo. E nasceu a novela "Esther e Arthur"  conheça essa história de amor em  http://estherearthur.wordpress.com/  e, em seguida, os livros "O Juízo Final" o segundo livro da saga interplanetária (inédito) e "O dia em que o Sol encolheu" visite o site do livro:  http://odiaemqueosolencolheu.wordpress.com/   depois, pode seguir o link para adquirir esta minha obra.  O terceiro livro da saga interplanetária, com título provisório de "Tharynnus - Os filhos da Terra" está sendo levando em banho maria.

 

--- Publicou o livro "O Planeta de Cristal", pela editora Writers, um projeto cooperativado. O qual recebeu muitos elogios e comentários via email.  Alguns contos foram colocados nos sites desde o incio da Web, à convite de alguns editores,

--- Publicou o livro de antologia "Contos do Navegador 1" pela Booklink  http://www.booklink.com.br/livro/detalhe/1230 . Uma coletânea de 15 contos de uma série de 50 textos.

---Publicou "Esther e Arthur" pelo Clube de Autores: http://www.clubedeautores.com.br/book/16175--ESTHER_E_ARTHUR http://www.agbook.com.br/book/16246--ESTHER_E_ARTHUR

 

--- Publicou o livro, "O ENIGMA DA SERPENTE"você pode adquiri-lo diretamente neste endereço: 

http://www.perse.com.br/novoprojetoperse/WF2_BookDetails.aspx?filesFolder=N1317146061454

--- Publicou o livro" O DIA EM QUE O SOL ENCOLHEU"

--- Publicou o livro COM O ESPREITADOR" Contos do Navegador #2 -  Antologia com 19 contos. (inédito)

---Publicou o livro " O Juízo Final"

--- Publicou o livro: "Phǽiderộn_CANÇÃO DO AMANHECER" -

--- Publicou o livro:

--- Atualmente escrevendo o livro METARAKANGA - um original sobre a Pedra da Gávea e o mundo subterrâneo.

 

--- REEDIÇÃO DOS LIVROS:

Saga Interplanetária: 1 - "O Planeta de Cristal"  2 - "O Juízo Final", a pedidos.

 

- E tentando, nas horas vagas escrever as "Crônicas de Menthalor". Este texto está dando a maior dor de cabeça e me deixando muito mal-humorado! Personagens não deveriam ficar tentando coagir o autor quanto ao destino que lhes são reservados! Atrapalha o processo criativo e perturba a linha de pensamento.

 

_______________________________________________________________________________________________________________________________